fbpx

O resgate da identidade do povo brasileiro. Quem somos?

“A falta de educação política e os custos da participação só serão superados com mudança cultural dos eleitores e principalmente das lideranças políticas e partidárias. Enquanto as pessoas não souberem o que são, para que servem, o que fazem e como funcionam as instituições, não haverá representação política autêntica, com participação e controle político e social.” Antônio Queiroz (Toninho do Diap).

Antônio Queiroz é jornalista, analista político e diretor de documentação do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar). No quesito política partidária e sindical é um dos melhores em plena atividade no País. A frase lúcida desse comunicador nos remete à reflexão sobre a atual conjuntura do Brasil e o papel das lideranças (de todos os setores – sejam eles sindicais, sociais ou políticos em geral) e população.



No trecho em que Toninho diz: “Enquanto as pessoas não souberem o que são, para que servem, o que fazem e como funcionam as instituições, não haverá representação política autêntica”… retratado o descaso do povo com a política brasileira. O descrédito é generalizado e o boicote nas eleições de 2018 ganha força.



Não existe outra forma de mudança, ainda, a não ser por meio da política. O afastamento da população nas decisões e debates de interesse nacional têm refletido na soberania de um Governo ilegítimo e cruel contra os direitos dos trabalhadores, aposentados e pensionistas. É momento das pessoas de bem se tornarem protagonistas da verdade, com informações e conscientização do povo brasileiro para o bem de toda Nação.

A mudança depende da participação do coletivo!

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista (formado) da Agência de Comunicação Grita São Paulo e pós-graduado em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política (FESPSP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *