INSS | Prova de vida volta a ser obrigatória a partir de 1º de junho. Saiba como fazer sem sair de casa!

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltam a ser obrigados a realizar a prova de vida a partir desta terça (1º de junho). A medida tem o objetivo de evitar fraudes e pagamentos indevidos. O procedimento pode ser feito na agência bancária onde o segurado recebe o pagamento, mas conta com uma novidade para a “grande maioria” das pessoas. Poderá ser feita sem sair de casa, via aplicativo.

Em entrevista à rádio CBN, o presidente do INSS, Leonardo Rolim, informou que cerca de 24 milhões de pessoas seguradas do Instituto já fizeram a prova de vida.

Dos 11 milhões (faltantes), a grande maioria pode fazer sem sair de casa. E aqueles que precisarem sair de casa, a nossa orientação é: há um calendário, que vai de junho a dezembro, e que eles devam ir apenas quando vão sacar o benefício”, disse Rolim.

PROVA DE VIDA DIGITAL

Cerca de 5,3 milhões de beneficiários foram escolhidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social para fazer por biometria facial. O INSS, em parceria com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, a Dataprev e o Serpro, iniciou em fevereiro um projeto piloto para que esses segurados façam o procedimento sem sair de casa. Assim, a iniciativa digital não é destinada a todos os públicos neste primeiro momento.

Nesse caso, é possível fazer usando apenas um caminho, o Meu gov.br.

Também dá para fazer pelos aplicativos:

O Meu INSS deve ser usado pelo segurado para acompanhar o resultado da prova de vida após realizar o procedimento.

Para realizá-la, o segurado deve receber uma mensagem de texto ou e-mail fazendo a convocação.

Para fazer a biometria facial, o INSS usa a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foram selecionados, portanto, segurados que tenham carteira de motorista ou título de eleitor, com biometria cadastrada na Justiça Eleitoral ou no Departamento de Trânsito (Detran). Veja o passo a passo no site do INSS.

O INSS afirma que pretende implantar a prova de vida digital para a maioria dos beneficiários, mas não há uma previsão de quando isso irá acontecer. Segundo os resultados obtidos com o projeto piloto, o instituto pretende disponibilizar em ambos os aplicativos, Meu INSS e Meu gov.br, para que o segurado escolha em qual deseja realizar o procedimento.

PESSOALMENTE

Já no caso dos beneficiários sem biometria, é possível ir à agência bancária portando CPF e documento com foto.

Entre os maiores bancos do País, apenas o Banco do Brasil oferece a opção de fazer a prova por meio do aplicativo. Veja como funciona em cada banco:

Caixa Econômica Federal

A prova de vida do INSS pode ser feita em toda a rede de agências da Caixa. Para os clientes que possuam identificação biométrica cadastrada, também é possível fazer a operação na rede de autoatendimento. A realização de saques nos terminais de autoatendimento com uso da biometria é caracterizada como prova de vida. O serviço não está disponível por meio de celular.

Banco do Brasil

Correntistas e poupadores do BB que recebem o benefício do INSS na modalidade crédito em conta corrente podem realizar prova de vida por meio do aplicativo BB. O segurado deve acessar o menu “Serviços”, depois “INSS”, em seguida “Prova de vida INSS”, e então tirar foto do documento de identificação, frente e verso, e fazer uma selfie. O serviço está disponível desde o dia 5 de março. Após a análise do banco, o beneficiário pode acompanhar pelo próprio app se sua prova de vida foi aceita e qual o prazo de validade.

Bradesco

Quem recebe o benefício do INSS pelo Bradesco tem de realizar a prova de vida nas máquinas de autoatendimento Bradesco e Banco 24Horas. É necessário possuir a biometria cadastrada. Se não tiver biometria, será preciso realizar a prova de vida na agência, diretamente no caixa. Todas as transações realizadas com o uso da biometria são acatadas como prova de vida caso o benefício esteja no mês de provar vida.

Itaú 

O banco oferece a prova de vida do INSS de forma automática, mediante uso da biometria em transações caixas eletrônicos ou nos guichês de caixa; e presencialmente, nos guichês de caixa das agências bancárias.

Santander

A prova de vida é feita nos terminais de atendimentos com o uso da biometria. Beneficiários também podem realizar a prova de vida na agência com o gerente ou no guichê de caixa, sem o uso da biometria.

**Os segurados e pensionistas que deixaram de realizar a comprovação antes de março de 2020 serão os primeiros a terem os benefícios bloqueados caso não se regularizem.

O INSS estabeleceu, porém, um calendário. Quem tinha, por exemplo, que fazer a prova de vida em março e abril de 2020, deverá realizá-la até junho deste ano. Já quem tinha que comprovar entre março e abril deste ano para continuar recebendo o benefício terá de fazer isso até dezembro para não ter os pagamentos bloqueados.

Calendário retomada provas de vida — Foto: Economia G1
Foto: Economia G1

Wellington Torres

Editor da AGSP. Jornalista de coração e alma, pós-graduado em Assessoria de Comunicação e Mídias Digitais. Heavy user de redes sociais e fã de tecnologia. Assisto muitas sérias e atualmente meu maior vício são as médicas (Greys, The Good Doctor, New Amsterdam e The Resident) #LetsgotoCanada2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *