IBGE revela | Número de pessoas obesas e com sobrepeso mais do que dobrou no País

Segundo pesquisa realizada e divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta (21), quase 96 milhões de brasileiros acima de 18 anos estão com excesso de peso, sendo 41,2 milhões deles considerados obesos. Números considerados preocupantes pois dobraram em comparação à pesquisa do ano anterior.

Estas 96 milhões de pessoas acima do peso representam 60,3% dos da população com mais de 18 anos, segundo os dados, que são da PNS (Pesquisa Nacional de Saúde 2019). O critério do estudo é o IMC (Índice de Massa Corporal), que tem como base uma relação entre a altura e o peso.

Indivíduos com IMC entre 18,5 e 24,9 estão na classificação “normal”. De 25 a 29,9, a pessoa é considerada com “sobrepeso”. Acima de 30, é “obesidade” — um IMC superior a 40 representa “obesidade grave”, segundo a escala, que é adotada pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

As mulheres entre 40 e 59 anos são as mais afetadas, tanto pelo sobrepeso quanto pela obesidade: 73,1% e 38%, respectivamente. Entre os homens, essa também é a faixa etária com maior incidência: 67,1% têm excesso de peso, e 30,2% sofrem de obesidade.

PROBLEMAS DE SAÚDE

As principais consequências do excesso de peso são doenças cardiovasculares (AVC e infarto), diabetes tipo 2, alguns tipos de câncer (mama, ovário, próstata, fígado, vesícula biliar, rim e cólon), além de problemas nas articulações e na locomoção.

A OMS estima que cerca de 4 milhões de pessoas morram todos os anos em decorrência de doenças causadas pelo excesso de peso ou obesidade. A analista do IBGE responsável pela pesquisa, Flavia Vinhaes, ressalta que a pesquisa é fundamental do ponto de vista do planejamento de políticas públicas sobre o tema.

“A gente sabe que hábitos alimentares e o sedentarismo podem ser as principais causas desse retrato que é mostrado pela PNS. Mas é necessário que tanto os especialistas em saúde pública quanto as autoridades competentes promovam programas de combate ao excesso de peso e à obesidade”, afirma

OBESIDADE MAIS QUE DOBROU

A prevalência da obesidade entre os brasileiros acima de 20 anos era de 12,2% em 2003. Em 2019, eram 26,8%. No mesmo período, o percentual da população que tinha excesso de peso saltou de 43,3% para 61,7%. A incidência da obesidade na população mundial triplicou desde 1975, observa a OMS. Mas o Brasil está acima da média global, que é de 39% de adultos com sobrepeso e 13% obesos, segundo dados da organização de 2016.

O IBGE também estima que cerca de 1,8 milhão de adolescentes de 15 a 17 anos (19,4%) tenham excesso de peso. Outros 619 mil (6,7%) sofrem de obesidade. Jovens acima do peso podem desenvolver doenças que antes eram tidas como de idosos: hipertensão, diabetes tipo 2 e acúmulo de gordura no fígado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×