Livre-se do ódio para ele não acabar com você! – PRECISAMOS REFLETIR

O ódio é o pior sentimento que uma pessoa possa ter. Ele é silencioso e faz um tremendo estrago em muitas vidas. O ódio é como você tomar um copo de veneno achando que matará a outra pessoa. Mas, você é o principal afetado. Em alguns casos, temos esse sentimento, sabemos que não podemos ter e por nós mesmos não nos libertamos.

Por isso, comparamos o ódio a uma prisão, vista a partir do mundo espiritual. O ódio é como o medo: PARALIZA e nos impede de avançar. Com o ódio vivemos um momento intenso de vegetação, de inércia e desgosto da vida e de tudo. Só visualizamos a vingança, desejamos que a pessoa “má” sofra o mesmo tanto ou até mais daquilo que nos fez sofrer.

Mas o que a Bíblia Sagrada fala sobre o ódio?

“Eu amo a Deus, mas odeia seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê” – 1 João 4:20.

Ainda em 1 João 2:9-11 aprendemos: “Quem afirma estar na luz mas odeia seu irmão, continua nas trevas. Quem ama seu irmão permanece na luz, e nele não há causa de tropeço. Mas quem odeia seu irmão está nas trevas e anda nas trevas; não sabe para onde vai, porque as trevas o cegaram”.

A Palavra de Deus em Gálatas 5:19-21 ainda nos informa que o ÓDIO É OBRA DA CARNE: “Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus”.

Livre-se desta prisão que é o ódio. Prisão fria, sombria e com segurança máxima. O grande segredo é aceitar, primeiramente, e pedir ao Todo Poderoso para te livrar deste mal. Ore por quem você “odeia”, isso mesmo. Passe por cima de todas as barreiras da soberba e mostre para Deus que você precisa e quer ser liberto. Em nome de Jesus, a partir de hoje você estará livre desta prisão!

DEUS ABENÇOE GRANDEMENTE!

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista formado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *