Luto no Futebol | Vadão, ex-técnico da seleção feminina, morre em São Paulo vítima de câncer

Oswaldo Alvarez, o Vadão, ex-técnico da seleção brasileira feminina de futebol, faleceu na tarde de ontem, dia 25 de maio, em São Paulo. O treinador tinha 63 anos e lutava contra um câncer no fígado e estava internado no hospital Albert Einstein.

Vadão lutava contra a doença desde o início de 2020, quando passou por sessões de quimioterapia e chegou a apresentar evolução, mas o quadro se agravou recentemente. Ele deixa a esposa Ana, os filhos Adriano e Carolina e dois netos.

HOMENAGEM

Ícones do futebol, como por exemplo Kaká, Rivaldo, Cristiane, Marta e a entidade máxima do esporte, a FIFA, prestaram homenagem em suas redes sociais.

Minha eterna gratidão por você ter aberto as portas pra um garoto que ninguém conhecia e poucos acreditavam. Mas você acreditou, me ensinou, me deu oportunidades pra que eu pudesse voar. Hoje o dia é de muita tristeza, mas as lembranças que guardo no meu coração são de muitas alegrias!!! Descanse em paz meu amigo”.

Treinadas por Vadão, Marta e Cristiane lamentam a perda do ex-técnico.

View this post on Instagram

Vá em paz professor, Sua missão nessa terra você cumpriu e com muito êxito.Desconheço qualquer ser humano igual, voce soube viver a vida de maneira digna e honestamente, orgulho demais de ter vivido momentos maravilhosos ao seu lado e ter tido a oportunidade de aprender muito. Obrigada por tudo e descanse em paz 🙏🙌🏼! #professorvadao . . Rest in peace, Professor. You have accomplished very successfully your mission in this Earth. I don't know any human being like you, you knew how to live your life in a dignified and honest way. I am so proud to have lived wonderful moments by your side and to have had the opportunity to learn a lot from you. Thank you for everything and rest in peace!

A post shared by martavsilva10 (@martavsilva10) on

View this post on Instagram

Eu to tentando assimilar e entender a sua partida tão cedo! Tem pessoas que entram nas nossas vidas de uma maneira que nem sempre esperamos,pessoas que em tão pouco tempo,tornam-se como da nossa família. Você era uma pessoa absurdamente bondosa,de um coração gigante,que tentava abraçar todo mundo. Você adorava esse bonezinho rs,era sua marca! Gostava de papear,sorria das bobagens do Vaguinho e sempre nos olhava com olhar sereno. Foram raras as vezes que vc “brigou” com a gente,até seu chacoalhão era na “paz” rs. Sua passagem nessa vida foi linda! Você era pai,amigo,professor e parceiro de todos a sua volta. Que aí de cima você seja cuidado por Deus e aqui de baixo eu SEMPRE vou guardar você na minha vida e no meu coração! Obrigada por ser luz e amor. TE AMO PROFESSOR 🙏🏾😭😭😭😭😭

A post shared by Cristiane Rozeira (@crisrozeira) on

FIFA e CBF também se manifestaram após a perda do treinador.

BIOGRAFIA

Vadão iniciou a carreira como jogador na década, com passagem pelo juvenil do Guarani e do Botafogo-SP. No profissional, passou por Paulista, Velo Clube e Capivariano.

Contudo, foi como treinador que ficou conhecido. Vadão ganhou destaque com o “Carrossel Caipira” no Mogi Mirim, onde ajudou a projetar Rivaldo, Leto e Válber também eram outros símbolos daquele time que se inspirava na Holanda de 1974, com o esquema 3-5-2.

Além disso, também está entre os principais técnicos do futebol de Campinas. Pelo Guarani, por exemplo, é o terceiro treinador que mais dirigiu o time na história. Em suma, foram 204 jogos em cinco passagens (1995, 1997-98, 2009-10, 2012 e 2017), com campanhas marcantes, como o acesso na Série B em 2009 e o vice-paulista de 2012 – quando foi eleito o melhor treinador do torneio.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *