fbpx

Michel Temer comprova crueldade com os mais pobres

Conforme anúncio oficial do Governo Federal em 15 de agosto, Michel Temer mudou a diretriz e resolveu tirar R$ 10 do Piso aprovado na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e diminuir o valor do salário mínimo para R$ 969,00. A previsão para 2019, se não houver alteração, é de R$ 1.029. Em 2020, é de R$ 1.103.

Com a decisão de conceder reajuste R$ 10 menor ao mínimo no próximo ano, o Governo “economizará” cerca de R$ 3 bilhões em gastos em 2018. Ficam as perguntas? Esse dinheiro irá para o fundo partidário? Por que tanta crueldade com os mais pobres e por que os parlamentares não reduzem seus salários?

O senador Paulo Paim (PT-RS) protestou contra a decisão do Governo. A insatisfação foi exposta durante pronunciamento do parlamentar no Senado, dia 22 de agosto. Com a decisão, disse Paim, o presidente Michel Temer mostrou que desconhece o que representa o salário mínimo na vida dos mais pobres.

Paim reafirmou que mais de 80% dos aposentados recebem o salário mínimo. Ainda apontou que a política de valorização do Piso salarial estimula a economia e é importante para o aumento da renda das camadas inferiores da sociedade. Baixar o salário mínimo é diminuir o alimento de muitos cidadãos brasileiros!

O Brasil, sem dúvida, precisa retomar o crescimento. Mas podemos garantir: com o Governo atual será impossível. São catástrofes atrás de catástrofes. Tais como redução na distribuição de renda, políticas neoliberais contra as entidades sindicais, menor investimento em saúde e educação, ou seja, são decisões que na prática prejudicam o coletivo e favorecem minorias que possuem o poder no Legislativo.

Política que não favorece a maioria não é política. É CRUELDADE. Na prática, é uma organização de parlamentares que procura por meio de alteração da legislação defender interesses pessoais e de grupos econômicos. O povo precisa se unir, e pressionar por meio de ações efetivas, para as decisões arbitrárias do Governo Federal, com desculpas esfarrapadas de retomada da economia, não sejam ainda mais perversas.

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - Ama sua família. Vovô de três netos lindos. Acredita em Jesus Cristo. Pratica e indica Jiu-Jitsu. Amante da Justiça e direitos sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *