Ministério da Saúde publica número de pacientes recuperados. São 14.026 curados!

Pela primeira vez desde o início dos boletins diários, o Ministério da Saúde divulgou o número de pacientes curados do novo Coronavírus (Covid-19). No total, são 14.026 pacientes recuperados no Brasil. Os números foram divulgados ontem, dia 14 de abril.

Em suma, o número corresponde a 55% do total de casos testados positivos para a Covid-19. Esse dado é importante pois permite uma avaliação do grau de imunização da população. Assim, é possível avaliar a demanda de leitos de UTI e possíveis prazos para diminuir as medidas de isolamento social de forma segura.

Vínhamos sendo cobrados: ‘Quanto pacientes são recuperados?’ Parece que Ministério da Saúde propositadamente não apresenta o número de curados. A gente fez uma pesquisa de como os outros países mostraram essa informação. Utilizamos a mesma regra, que é em cima dos 25.262 comprovados”, explicou João Gabbardo, secretário-executivo do Ministério da Saúde

TESTES

Por conta do número baixo de testes disponíveis no País, a maioria é aplicada apenas em pacientes com casos graves dos sintomas e com síndrome gripal. Então, isso acaba prejudicando a contagem total e o controle dos casos. Com isso, o Ministério estima um número ainda maior de recuperados fora dos diagnósticos.

Por esse motivo, um chamamento público foi aberto ontem, (14) para convocar empresas que desejam realizar o serviço de amostra respiratória de testes RT-PCR, os quais verificam o material genético do vírus, no total de 3 milhões de exames. Assim, a expectativa é de 30 mil testes rápidos por dia através da medida.

É aquele que coloca dentro do nariz e dentro da garganta de quem está no primeiro dia, no segundo dia de sintoma. Ele [o teste] é o que faz o diagnóstico precoce”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Por fim, apesar da boa notícia em relação aos recuperados, Mandetta enfatizou a importância de manter as medidas de prevenção a fim de evitar o colapso do sistema de Saúde.

Se nós tivéssemos na situação ideal, com a quantidade certa de respiradores e de leitos, nós poderíamos estar mais tranquilo em relação a nossa caminhada”.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×