fbpx

Brasileirão | Polêmica com VAR, homenagem no Pacaembu e capacete invicto resumem a 23ª rodada

A 23ª rodada do Brasileirão acabou e, novamente, com muito assunto para debater! Começando pelo líder, o Flamengo voltou a vencer mesmo com um time desfalcado. 1 a 0 contra a Chapecoense fora de casa, que amarga a lanterna do campeonato. O detalhe vai para a polêmica do gol de Bruno Henrique que, mesmo com a análise do VAR, gerou controvérsias entre estar ou não impedido. Assim, com o tropeço do Palmeiras empatando com o Atlético MG em casa por 1 a 1, o Rubro Negro abriu 5 pontos de vantagem na ponta da tabela.

Outro destaque da rodada foi o reencontro de São Paulo e Rogério Ceni no Pacaembu. O tricolor recebeu o Fortaleza e a torcida proporcionou umas das maiores homenagens já vistas no estádio ao Mito. Nada mais justo! Com a bola rolando, o time de Wagner Diniz dominou quase todo o primeiro tempo, com a marcação alta e toque de bola. Pablo abriu o placar em bola parada cobrada por Daniel Alves. Contudo, no fim do primeiro tempo, Reinaldo cometeu pênalti e Wellington Paulista empatou. No segundo tempo, aos 33 minutos, Igor Gomes que entrou na vaga de Hernanes garantiu a vitória para o time paulista, após passe de Antony.

RESUMÃO DAS DEMAIS PARTIDAS

Vasco 0 X 1 Santos. Sampaoli surpreendeu na escalação da equipe praiana ao deixar Marinho no banco e apostar no estreante Tailson. Mas o treinador sabia o que estava fazendo, Tanto é que o garoto foi quem marcou na vitória santista sobre o time de Luxemburgo. O resultado deixou a equipe a dois pontos do vice-líder Palmeiras.

Grêmio 0 X 0 Corinthians. Mesmo com o domínio durante toda a partida, resultando em 19 finalizações e 64% de posse bola, o tricolor gaúcho não conseguiu furar a retranca corinthiana de Fábio Carille. Com o empate, ambas equipe mantém suas posições na tabela, 8º e 4ºlugar.

Bahia 1 X 2 Athletico Paranaense. Marcelo Cirino e Léo Cittadini fizeram a alegria dos paranaenses em plena Fonte Nova contra o Bahia. Todos os gols saíram no segundo tempo. Fernandão descontou para os Baianos, mas não foi o suficiente. Os gols foram de Nonato e Fred.

Cruzeiro 1 X 1 Internacional. A crise no Cruzeiro continua. Precisando do resultando para sair da zona da degola, o time de Abel Braga recebeu o Inter em casa, mas não fugiu do empate que veio no sufoco e com pênalti polêmico anotado pelo VAR. Além disso, a vitória do CSA deixou os mineiros em 18º na tabela.

Domingo

CSA 3 x 1 Avaí.  Com gols de Ricardo Bueno, Jonatan Gómez e Apodi, o time lagoano venceu a terceira seguida em casa e ultrapassou o Cruzeiro na zona de rebaixamento. O Avaí, que marcou com Jonathan, é o penúltimo na tabela.

Botafogo 0 x 1 Fluminense. Com gol de Yoni González, o Tricolor venceu a segunda seguida e abriu 5 pontos da zona de rebaixamento. Assim, após quatro derrotas consecutivas, o Glorioso demitiu o técnico Eduardo Barroca.

Ceará 0 x 1 Goiás. Michael, uma das revelações do Brasileiro, garantiu mais 3 pontos ao Esmeraldino, que venceu todas as partinas do returno e já aparece em décimo. O Vozão, que desperdiçou um pênalti, é o primeiro time fora do Z4. O destaque vai para o capacete do goleiro Tadeu. Não, você não leu errado. Desde o returno, o arqueiro do Goiás passou a usar a proteção e de lá pra cá foram quatro vitórias e nenhum gol sofrido. Coincidência ou não?

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *