fbpx

Centrais Sindicais vão debater mobilização contra a Reforma da Previdência

As principais centrais sindicais do País: Força Sindical; CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil); CUT (Central Única dos Trabalhadores); Nova Central; UGT (União Geral dos Trabalhadores); e Intersindical estão para realizar uma importante reunião. Ela será realizada na sede do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) nesta quinta, dia 1º de novembro. O encontro terá como foco debater propostas de mobilizações contra a Reforma da Previdência, amplamente exposta na mídia brasileira (saiba mais aqui).

LUTA – De acordo com o presidente da Força Sindical, Miguel Torres, o movimento sindical deve fortalecer ainda mais a unidade de ação para impedir a aprovação de uma reforma que retire direitos dos trabalhadores. “A unidade, a resistência e a luta serão fundamentais para barrarmos mais este retrocesso e os graves impactos da ‘reforma’ na vida dos trabalhadores e trabalhadoras.”

SERÁ QUE VAI MESMO? – Declaração do presidente eleito Jair Bolsonaro a favor do texto apresentado pelo governo Michel Temer animou o mercado e gera expectativas sobre avanço da pauta antes mesmo da posse. A ideia seria aprovar “ao menos parte” do texto apresentado pelo atual governo, que hoje aguarda ser pautado no plenário da Câmara dos Deputados após passar por comissão especial. As Centrais se posicionam contra o texto da forma como está e reivindicam participar da construção do mesmo.

Data: 1º de Novembro
Horário: 10 horas
Local: Sede do Dieese
Endereço: Rua Aurora, 957, Santa Efigênia – São Paulo/SP

Fonte: Rádio Peão Brasil

Wellington Torres

Editor-chefe da equipe de redação da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP. Jornalista de coração e alma, pós-graduado em Assessoria de Comunicação e Mídias Digitais, sou heavy user de redes sociais e fã de tecnologia. Amo viajar, mas o dinheiro, infelizmente, não ama estar comigo. Próximo destino: Recife!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *