fbpx

Confira dicas básicas para se destacar no LinkedIn

Uma das grandes dúvidas de quem deseja manter um perfil de sucesso no LinkedIn é como escrever um título que descreva de forma precisa e atrativa sua profissão e as principais qualificações. Localizado logo abaixo do nome na página do perfil do usuário, o título é o que as pessoas veem nos resultados de busca quando procuram pelo profissional.

Muitas pessoas não exploram essa oportunidade. Em vez disso, pulam direto para as configurações que o LinkedIn pede por padrão e preenchem os campos com o título dos últimos empregos e o nome das empresas.

Informações como “presidente na empresa X”, “consultor sênior na empresa Y” ou “estrategista de negócios na empresa Z” parecem bons, mas não dizem muita coisa. A menos que o recrutador conheça a empresa em questão e saiba como é seu funcionamento interno, ele não terá muita noção de quais funções eram desenvolvidas pelo dono do perfil enquanto integrava sua equipe.

A solução para isso é simples: personalizar o título do perfil. A dica consiste em descrever o que você fazia e quem você ajudava. Com base nessa tese, o site da revista Fast Company compilou dicas de como otimizar o seu perfil no LinkedIn. Confira a seguir o que fazer.

1 – Atualize seu título

É verdade, mas acontece porque muitos usuários desconhecem o potencial da alteração na performance do perfil na rede social.

2 – Seja comedido

De fato, algumas pessoas aumentam suas qualificações e funções, mas nada que uma leitura atenta do perfil não prove ser verdade ou invenção.

3 – Não use títulos muito floridos

Alguns usuários se recusam a personalizar seus títulos por verem exemplos de descrições muito “floridas”, pretensiosas ou exageradas. Exemplos clássicos são os casos de usuários que não conseguem se decidir e acabam colocando tudo, e os apaixonados pelo uso de jargões para atrair os algoritmos do LinkedIn.

Mais uma vez: elas existem, mas não quer dizer que seu perfil deva seguir a mesma linha. Confira alguns exemplos de títulos que vão direto ao ponto e não exageram:

  • Defensor de Políticas Públicas para uma maior proteção das nossas liberdades civis
  • Assistente Social de Saúde Mental licenciada, tratando tricotilomania e TOC
  • Contador certificado com 20 anos de experiência, especializado em imóveis

4 – Ressalte experiências no lugar certo do perfil

É comum que as pessoas queiram explicitar o nome das empresas onde trabalharam em seus títulos, especialmente se for o caso de grandes e conhecidas corporações. Porém, o LinkedIn já reserva espaços próprios para isso na descrição detalhada de cada função já exercida pelo usuário em seu currículo. Ao reformular o título do LinkedIn, é importante cultivar a própria identidade e valorizar a experiência pessoal e as qualificações, buscando resumir as informações de maneira clara e sucinta.

Fonte – Exame

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *