Estudo sugere que quanto mais caro o carro, menos paciente é seu motorista

A revista científica americana Journal of Transport and Health divulgou essa semana um estudo, no mínimo, curioso. Realizado por pesquisadores da Universidade de Nevada, nos Estados Unidos, a publicação, através de uma pesquisa realizada com 461 pessoas, aponta que donos de carros mais caros têm menos paciência com pedestres. E tem mais: a cada US$ 1.000 de aumento no preço do carro, as chances de o motorista dar a vez a um transeunte ficam 3% menores.

Em média, apenas 28% dos motoristas paravam para esperar os pedestres. Mas o mais interessante é que essa probabilidade depende do quão sofisticado é o veículo. A Revista Super (Editora Abril) realizou um estudo sobre ética no trânsito bem interessante para quem quiser ver algo mais ou menos similar feito aqui no Brasil. Decididamente, a questão financeira e social impacta no comportamento ao volante.

Pontos importantes do estudo
1) Primeiramente, foi examinado o comportamento do condutor por cor da pele, sexo e custo do carro.
2) A taxa geral de rendimento de pedestres em uma faixa de pedestres no meio do quarteirão foi de cerca de 28%.
3) Motoristas de carros de custo mais alto eram menos propensos a ceder aos pedestres em uma faixa de pedestres no meio do quarteirão.
4) Em síntese, as intervenções devem educar os motoristas sobre sua responsabilidade de ceder aos pedestres.

Veículos paravam mais para homens e mulheres brancos (31% das vezes). Para homens negros, essa taxa caía para 24% – e era de 25% para mulheres negras. Os cientistas obtiveram esses resultados colocando voluntários para atravessar ruas de Las Vegas repetidas vezes, enquanto analisavam a resposta de 461 motoristas.

De acordo com os pesquisadores do estudo, uma possível explicação para esse fenômeno é que usuários de carrões “tenham um senso de superioridade sobre os passantes”.

E você, concorda com isso?

Clique aqui e leia o estudo na íntegra (em inglês)

Wellington Torres

Editor da AGSP. Jornalista de coração e alma, pós-graduado em Assessoria de Comunicação e Mídias Digitais. Heavy user de redes sociais e fã de tecnologia. Assisto muitas sérias e atualmente meu maior vício são as médicas (Greys, The Good Doctor, New Amsterdam e The Resident) #LetsgotoCanada2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.