EUA | Donald Trump estende quarentena até o dia 30 de abril. País já passou dos 100 mil casos

Os Estados Unidos se tornou o país com maior número de casos confirmados do novo Coronavírus. Até ontem, dia 29 de março, os EUA haviam registrado mais de 125 mil casos de Covid-19 e 2.197 mortes. Mesmo com a curva crescente nos infectados, o presidente Donald Trump só mudou o discurso de normalidade na última semana. Vale lembrar que até 25 de março já haviam 65.778 infectados e 1.041 mortes.

MUDANÇA DE TOM 

No dia 26 de fevereiro, o presidente norte-americano disse que “Isso (o Coronavírus) é como uma gripe”. Dois dias antes, ele havia classificado a epidemia como “sob controle nos Estados Unidos”. Dia 6 de março ele voltou a minimizar o caso: “Nós temos números muito baixos (de Coronavírus) em comparação com os principais países do mundo. Nossos números são mais baixos do que quase todos”. Infelizmente, em pouco mais de um mês, o país passa a ser o maior em número de infectados no mundo, e ainda sem chegar ao pico.

Em discurso neste domingo, dia 29 de março, o presidente dos EUA disse também que o pico de mortes por Coronavírus no País será daqui a duas semanas. Ainda segundo o infectologista Anthony Fauci, um dos mais respeitados do mundo, haverá entre 100 e 200 mil mortes por Covid-19. Foi o que ele disse em entrevista à CNN.

Eu diria entre 100 mil e 200 mil casos”, disse Fauci, que em seguida se corrigiu para dizer que se referia ao número de mortes. “Teremos milhões de casos”, disse, acrescentando que não queria ficar preso aos números porque a pandemia é um “alvo em movimento”.

MEDIDAS 

Profissionais da Saúde estão alertando o governo americano sobre ações para conter a disseminação. As ações devem alcançar também regiões sem grandes contaminações até o momento, visto que foram três grandes pontos de contaminação no início do surto: Nova York, Washington e Califórnia.

Assim, Trump prometeu que irá disponibilizar, “dentro de alguns dias”, um teste rápido para detectar a Covid-19. Este teste será utilizado não somente em pacientes com sintomas graves, como também em pessoas com sintomas leves que estejam em atendimento médico. Esses testes serão disponibilizados para todos os hospitais dos EUA. Além disso, Trump também pediu para a população ficar em casa até 30 de abril.

UNIVERSIDADE JOHNS HOPKINS

Segundo levantamento feito até ontem (29), no mundo são 718.685 infectados, com 33.881 mortes registradas. Contudo, 149.076 pessoas já se recuperaram da doença.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *