Lava Jato | José Serra é denunciado pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro

José Serra, ex-governador de São Paulo, foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF). As suspeitas são de lavagem de dinheiro transnacional (que ultrapassa os limites geográficos de um país). Também foi apresentada denúncia para sua filha Verônica Allende Serra. Ambos também são alvos de uma operação da Lava Jato. Estão sendo cumpridos oito mandados de busca e apreensão em São Paulo e no Rio de Janeiro relacionados ao caso.

DETALHES

Em nota, o MPF informa que a denúncia oferecida pela Lava Jato de São Paulo diz que o ex-governador de São Paulo, entre 2006 e 2007:

Valeu-se de seu cargo e de sua influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul”.

O texto continua apontando que milhões de reais foram pagos pela empreiteira por meio de uma sofisticada rede de offshores no exterior, para que o real beneficiário dos valores não fosse detectado pelos órgãos de controle.

Cabe pontuar, inclusive, que o senador não vai responder a crimes atribuídos a ele até 2010, como corrupção, por exemplo, porque tem mais de 70 anos e os crimes prescreveram – o tempo de prescrição cai à metade quando a pessoa está acima dos 70 anos.

PALAVRAS DE SERRA

José Serra emitiu uma nota oficial sobre a operação e a denúncia. Confira abaixo na íntegra:

“Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela Força Tarefa da Lava Jato de São Paulo na manhã desta sexta-feira (3) em endereços ligados ao senador José Serra. Em meio à pandemia da Covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da acusação.

É lamentável que medidas invasivas e agressivas como a de hoje sejam feitas sem o respeito à Lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República.

O senador José Serra reforça a licitude dos seus atos e a integridade que sempre permeou sua vida pública. Ele mantém sua confiança na Justiça brasileira, esperando que os fatos sejam esclarecidos e as arbitrariedades cometidas devidamente apuradas”.

LEIA TAMBÉM

Os candidatos aos cargos de vereador e prefeito nas próximas eleições de novembro têm como obrigação discutir e confrontar o novo marco regulatório do saneamento aprovado pelo Senado e no aguardo da sanção daquele que ocupa a presidência… leia a matéria na íntegra.

Wellington Torres

Editor da AGSP. Jornalista de coração e alma, pós-graduado em Assessoria de Comunicação e Mídias Digitais. Heavy user de redes sociais e fã de tecnologia. Já assisti muitas séries, porém agora até minha mãe sabe mais de Greys Anatomy do que eu. Viajante aleatório, sonhando com #NewYork2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×