Oi aceita oferta de Consórcio formado pela Claro, Tim e Vivo de R$ 16,5 bilhões por unidade móvel

A Oi anunciou nesta segunda, dia 7 de setembro, a venda de sua unidade móvel pela oferta de R$ 16,5 bilhões. O consórcio comprador é formado pelas operadoras Claro, Tim e Vivo. Assim, a venda faz parte do processo de recuperação judicial da empresa, avaliado em R$ 819 milhões.

Em suma, isso significa que as operadoras poderão cobrir qualquer oferta de maior valor apresentada durante o processo competitivo de venda da unidade produtiva isolada (UPI Ativos Móveis) da Oi.

Segundo documento disponibilizado, R$ 756 milhões se referem a serviços de transição que a própria Oi vai prestar por até 12 meses. Além disso, há o acréscimo de compromissos de celebração. Tais compromisso são válidos para contratos de longo prazo de prestação de serviços de capacidade de transmissão da modalidade take or pay pela empresa.

A Oi reitera seu compromisso com a execução de seu Plano Estratégico e o foco na sua transformação em maior provedora de infraestrutura de telecomunicações do País, a partir da massificação da fibra ótica e internet de alta velocidade, do provimento de soluções para empresas e de infraestrutura para viabilizar a evolução para o 5G, voltada para negócios de maior valor agregado e com tendência de crescimento e visão de futuro”.

O posicionamento da empresa foi por meio de comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×