Saiba o que fazer para tratar dores crônicas, que afetam cerca de 37% dos brasileiros

Cerca de 60 milhões de brasileiros sentem dor de forma crônica (aquela que persiste por mais de três meses). Pelo menos é isso o que sugere um estudo da Sociedade Brasileira de Estudos da Dor (Sbed), da Universidade Federal de Santa Catarina, da Faculdade de Medicina do ABC e de uma clínica de tratamento da dor.

DADOS – Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (Sobramid) Paulo Renato Fonseca a dor crônica é tão nociva que está ligada à depressão, à transtornos de ansiedade e até ao suicídio. “A dor, de modo geral, talvez seja umas das situações humanas que mais causam sofrimento. Ela não só provoca um sintoma desagradável, mas traz repercussões biológicas, psicológicas, sociais e espirituais”, diz Fonseca.

De acordo com o médico, é preciso tratar esses desconfortos prolongados com vários profissionais da saúde e médicos intervencionistas que fazem procedimentos para melhorar o sintoma. “Imagine uma pessoa com dor todo dia, o dia inteiro, durante meses”, questiona.

Leia mais sobre o tema no site da Revista Saúde!

Wellington Torres

Editor da AGSP. Jornalista de coração e alma, pós-graduado em Assessoria de Comunicação e Mídias Digitais. Heavy user de redes sociais e fã de tecnologia. Já assisti muitas séries, porém agora até minha mãe sabe mais de Greys Anatomy do que eu. Viajante aleatório, sonhando com #NewYork2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *