STF suspende modelos abusivos de plano de saúde

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, suspendeu hoje (16) a resolução da Agência Nacional de Saúde (ANS) que definiu regras para os mecanismos de coparticipação e franquia dos planos de saúde através da Resolução Normativa 433, conforme noticiamos no fim de junho (relembre). Ela atende liminarmente a um pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
DETALHES – A resolução autorizava as operadoras a cobrarem coparticipação e franquia de até 40% do valor do procedimento, podendo chegar em alguns casos a 60% em planos empresarias em que seja feito acordo com os trabalhadores. A previsão era para que as regras entrassem em vigor em janeiro para os novos contratos. Cabe recurso por parte das operadoras e um novo debate sobre o tema deverá acontecer.

CLIQUE AQUI E ACESSE A MEDIDA CAUTELAR NA ÍNTEGRA

CONTATO – Quer uma assessoria para sua entidade? Entre em contato com nossa equipe pelo telefone, WhatsApp, e-mail ou redes sociais. Ligue (11) 3681.6235 I 940.376.585 – mande sua mensagem pelo endereço equipe@gritasaopaulo.com.br ou acesse as redes – Facebook, Instagram, Flickr e YouTube.

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista formado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×