iFood pretende iniciar testes com drones para facilitar entregas

O iFood anunciou que vai iniciar uma série de testes com drones para otimizar o processo de entregas.

A ideia é usar os drones para reunir pedidos em um ponto central, assim os entregadores irão partir desse ponto para finalizar o delivery. Isso pode ser particularmente interessante para pedidos feitos em restaurantes, por exemplo, os quais ficam dentro de shopping centers ou outros locais com acesso restrito à rua, como galerias.

Os testes serão realizados em Campinas, São Paulo, e possibilitarão que os usuários do aplicativo peçam comida em um shopping da região. A refeição será levada até um local chamado iFood Hub, localizado a cerca de 400 metros de distância do prédio, onde será retirada por um entregador e então levada ao cliente. O drone que fará o percurso entre o shopping e o hub não é autônomo, e sim operado por uma pessoa. Assim o percurso de 12 minutos a pé será feito em apenas 2 com o dispositivo.

Duas empresas, a Speedbird Aero e a AL Drones foram autorizadas na quarta (12) pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) a iniciarem os testes, mas nem as empresas nem o iFood confirmaram uma data para começar. As informações são do Gizmodo.

Enquanto isso, os drones estão sendo utilizados para evitar e desestimular aglomerações durante os períodos de distanciamento social. A prefeitura do Rio de Janeiro fez testes em abril usando os aparelhos para pedir a população que evitasse aglomerações. Já nos EUA, a polícia do estado de Connecticut usou as aeronaves para monitorar o distanciamento social e identificar possíveis sintomas do Coronavírus.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×