Osasco | Prefeitura cria espaço para acolher moradores de rua com sintomas de coronavírus

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), criou um Centro de Acolhimento provisório que iniciou atendimento ontem, dia 25 de março. O local servirá para atender a população em situação de rua que apresente sintomas leves da Covid-19 e que, eventualmente, venha precisar cumprir quarentena em razão da epidemia do coronavírus.

O Centro funcionará a princípio por tempo indeterminado. Ele está localizado na região central da cidade, na Vila Osasco. De acordo com o secretário da SAS, Cláudio Piteri, a criação do espaço é uma medida de prevenção ao contágio do coronavírus. Isso porque cada serviço de acolhimento comporta hoje cerca de 50 pessoas e não possibilita as condições necessárias para realizar o isolamento.

DETALHES DO LOCAL 

No Centro, as pessoas em situação de rua terão os mesmos serviços prestados nas demais unidades de acolhimento do município. Tais como camas, sala de TV, banheiros, chuveiros e alimentação, por exemplo. Além disso, há atendimento de saúde por parte da equipe do Consultório na Rua.

A equipe do Consultório na Rua conta diversos profissionais. Dentre eles, enfermeira, terapeuta ocupacional e agentes comunitários de saúde para realizar os atendimentos e, quando necessário, fazer encaminhamentos às unidades de saúde.

SOBRE O CONSULTÓRIO NA RUA

Criado em 2011 pelo Ministério da Saúde com o nome “Consultório de Rua”, inserido no programa “Craque, é possível Vencer”, o atendimento era restrito à saúde mental. Em 2013, foi ampliado e passou a prestar integralmente os serviços da atenção básica pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e mudou o nome para “Consultório na Rua”.

O programa é nacional – regulamentado pelas portarias 122 e 123 do Ministério da Saúde e inserido na Política Nacional de Atenção Básica – e conta com 165 equipes espalhadas pelo Brasil. Na capital paulista, são 30 equipes. Na região Oeste da Grande São Paulo, apenas Osasco, Barueri e Embu das Artes contam com o serviço, atualmente.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *