Presidente Bolsonaro realiza novo teste de Covid-19 e resultado dá positivo

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), apresentou alguns sintomas preocupantes que podiam indicar gripe ou Covid-19. Ontem, dia 6 de julho, ele foi ao Hospital das Forças Armadas (HFA) para realizar alguns exames. Hoje (7), o teste foi divulgado e o resultado deu POSITIVO.

Por volta das 18 horas de ontem, Bolsonaro falou com seus apoiadores no jardim do palácio. Porém de máscara e mantendo distância. “Eu vim do hospital agora, eu fiz uma chapa no pulmão. Está limpo o pulmão. Vou fazer o exame da Covid. Está tudo bem”, disse Bolsonaro aos apoiadores.

Pouco tempo depois, a assessoria do presidente divulgou a seguinte nota:

O presidente Jair Bolsonaro realizou na noite de hoje, 6, teste de Covid-19 em hospital de Brasília. O resultado sairá nesta terça-feira, 7. O presidente apresenta, nesse momento, bom estado de saúde e está em sua residência.

Após confirmar o resultado do teste, Bolsonaro afirmou estar tomando cloroquina, remédio que defende como tratamento para a Covid-19. Isso mesmo sem comprovação científica da eficácia contra a doença.

Estou bem, estou normal, em comparação a ontem (segunda), estou muito bem. Estou até com vontade de fazer uma caminhada, mas, por recomendação médica não farei”, afirmou o presidente.

As pessoas que tiveram contato direto com Bolsonaro serão submetidas ao isolamento e algumas farão o teste de Covid-19.

O PRESIDENTE E A PANDEMIA

O presidente com 65 anos de idade pode ser considerado parte do grupo de risco. E mesmo assim tem causado muita controvérsia por ser um grande propagador do negacionismo. Ele não só nega os números referentes à pandemia, como se recusa a aceitar evidências científicas, estatísticas e nem mesmo respeita as famílias enlutadas. Ainda declarou, por várias vezes, que a Covid-19 é uma simples “gripezinha” ou algo que o Brasil poderia facilmente superar.

Sem contar sua falta de preocupação com todas as recomendações de distanciamento social e quarentena. Esteve em manifestações, não usou máscara em diversas ocasiões em que esteve em aglomerações e sempre mantendo contato físico com muitas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×