Programa Renda e Oportunidade | Calendário do Saque Extraordinário do FGTS está definido

O Saque Extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) faz parte do Programa Renda e Oportunidade, um pacote de Medidas Provisórias sancionadas pelo Governo Federal com o intuito de injetar mais de 150 bilhões de reais na economia brasileira e reduzir o comprometimento da renda e endividamento das famílias em função da crise sanitária provocada pela Covid-19. A expectativa do Governo é alavancar a própria economia e a retomada do emprego no País.

Segundo o calendário divulgado pela CEF (Caixa Econômica Federal), os saques de até R$ 1.000 serão permitidos a partir do dia 20 de abril de acordo com o mês de nascimento do trabalhador e poderá ser realizado até o dia 15 de dezembro de 2022. O valor a ser liberado vai depender do saldo que cada pessoa possui considerando a soma dos valores disponíveis de todas as contas do FGTS.

Confira o calendário completo:

FGTS

O crédito vai ser realizado pela CEF em uma Conta Poupança Digital que será criada automaticamente pela instituição financeira em nome dos trabalhadores. Através do aplicativo Caixa Tem, o cidadão poderá efetuar pagamentos de contas e boletos, utilizar o débito virtual para pagamentos em lojas, site e aplicativos, além de poder pagar com QR Code nas maquininhas. Também é possível fazer transferências para outras contas bancárias, realizar transações por meio do Pix e efetuar saques nos terminas de autoatendimento da CEF e casas lotéricas.

A consulta do valor do saque e a data que o dinheiro estará disponível é a partir do dia 8 de abril pelo aplicativo do FGTS ou pelo site da Caixa.

E ATENÇÃO:

O trabalhador que não quiser fazer o Saque Extraordinário do FGTS deverá acessar o Aplicativo FGTS ou se dirigir a uma das agências do banco para informar que não quer receber o crédito. E mesmo que o dinheiro esteja na Conta Poupança Social Digital, o trabalhador poderá optar pela anulação do crédito automático, por meio dos mesmos canais, até 10 de novembro de 2022. Outra opção é não mexer no valor liberado para que o recurso retorne corrigido à conta do FGTS, depois de 15 de dezembro de 2022″. explica o Governo Federal.

O acesso ao aplicativo do FGTS para informar a recusa do saque, também poderá ser efetuado a partir do dia 8 de abril. Confira aqui todas as informações disponibilizadas pela CEF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *