fbpx

Rafaela Silva leva o terceiro lugar no mundial de judô, em Tóquio, categoria 53kg

Rafaela Silva conquistou o terceiro lugar no mundial de judô, categoria 53Kg, em Tóquio. Rafa, como é chamada carinhosamente pela imprensa, enfrentou na decisão do bronze a francesa Sarah Leonie Cysique, confirmando assim seu favoritismo sobre a jovem de 21 anos.

Eu entrei aqui muito focada, queria muito ganhar o Mundial (neste momento ela chora). Infelizmente não consegui ganhar, mas fiquei feliz com minha competição. Para um atleta independe a cor, se é prata, bronze, ouro. Na minha categoria tem muitos atletas. Estar no bolo e entre as melhores da minha categoria me motiva muito para a Olimpíada.

Rafa venceu a atual líder do ranking mundial. Resistiu bem nos segundos iniciais da disputa do bronze e fez muita força, claro que regada pela excelente técnica. E a francesa tentou neutralizar a brasileira com a pegada na manga esquerda. Rafaela conseguiu ainda assim construir um waza-ari. Quando a luta finalizou, ela comemorou e foi às lágrimas. O ouro ficou com Christa Deguchi, japonesa naturalizada canadense, que derrotou a nipônica Yoshida.

É a terceira medalha individual de Rafaela Silva em Mundiais. Ela ganhou a prata em Paris 2011, o ouro no Rio 2013 e agora o bronze em Tóquio 2019. Além disso, a judoca do Brasil levou a prata na disputa por equipes feminina no Rio 2013 e por equipes mistas em Budapeste 2017. A campeã olímpica da Rio 2016 está em quarto lugar no ranking mundial e buscando a vaga olímpica para os Jogos de Tóquio em 2020, que serão disputados na arena Nippon Budokan, palco do atual Mundial.

Parabéns, Rafaela Silva.
Esse bronze vale ouro!

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - Ama sua família. Vovô de três netos lindos. Acredita em Jesus Cristo. Pratica e indica Jiu-Jitsu. Amante da Justiça e direitos sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *