fbpx

Reajuste de ministros do STF é sancionado e passa a vigorar em janeiro de 2019

Iniciamos a semana com uma grande notícia de manchete política. O presidente Michel Temer sancionou ontem, dia 26, o reajuste de salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A partir de janeiro de 2019 a remuneração dos magistrados passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil, modificando o teto do funcionalismo.

Assim que a medida foi anunciada, e cumprindo um acordo firmado em encontro no Palácio do Jaburu há cerca de duas semanas, o ministro Luiz Fux revogou o auxílio-moradia para juízes. Contudo, quando a conta é colocada na balança, não compensa o rombo nas contas públicas. A União terá de gastar mais R$ 717 milhões anuais com a folha da Justiça federal, enquanto o corte do auxílio-moradia poupa apenas R$ 333 milhões. O corte passará a valer assim que o reajuste for implantado.

Vale lembrar que o impacto total nas finanças do país, em todos os níveis, é de 4 bilhões anuais. Não bastasse isso, o déficit público continua acima de R$ 100 bilhões por ano, isso sem considerar os juros da dívida.

Esse é apenas um dos problemas que a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro irá enfrentar. Tudo isto em meio a maior crise fiscal a ser enfrentada. Nos resta aguardar para ver quais medidas serão tomadas.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *