StarTI | Prefeitura de São Paulo oferece curso gratuito de tecnologia da informação

Estão abertas 450 vagas para o curso StarTI, de tecnologia da informação, gratuitamente em São Paulo. Com oferecimento da Prefeitura, o objetivo é a capacitação técnica de jovens de 15 a 29 anos nas seguintes disciplinas: Introdução à Programação Web; Montagem e Manutenção de Computadores e Atendimento ao Cliente por meio da plataforma Zendesk. Os interessados devem se inscrever até sexta (28), nos dois locais disponibilizados para o curso: um em Santana (Avenida Gal. Ataliba Leonel, 245) e outro em Santo Amaro (Avenida Adolfo Pinheiro, 511).

Com início das aulas programado para 2 de março, o StarTI é oferecido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, por meio da Fundação Paulistana e do Instituto da Oportunidade Social – IOS, e com apoio da Secretaria Municipal da Educação. Então, a iniciativa terá bimestralmente 14 turmas (350 vagas) em Santana, zona norte, e quatro turmas (100 vagas) em Santo Amaro, Zona Sul da capital.

MAIS DETALHES

Com incentivo à formação de mulheres e afrodescendentes, os cursos são de segunda a sexta, nos períodos da manhã, tarde ou noite, com duração de 160 horas. O curso de montagem e manutenção de computadores será realizado apenas em Santana.

Buscando atender o público vulnerável da cidade e garantir a frequência dos alunos, o StarTI arcará com os custos de transportes de até 20% dos participantes. Assim, para ter acesso ao benefício, o candidato deverá comprovar renda per capita de até um quarto do salário mínimo na residência.

Ao final do curso, portanto, os alunos receberão certificados e poderão participar do Programa IOS de Oportunidades, onde terão a chance de se candidatar às vagas de trabalho das empresas parceiras do programa.

Para participar, o interessado deverá comparecer à sede do IOS, localizada em Santana, de segunda a sexta, das 9 às 17 horas, ou à EMEFM Professor Linneu Prestes, em Santo Amaro, das 10 às 19 horas. Além disso, é necessário apresentar RG; CPF; CPF dos pais ou responsáveis (menores de idade); comprovante de escolaridade; comprovante de residência (conta de água, luz e telefone – levar os três) e comprovante de renda de todos os moradores da residência. Pessoas com deficiência devem levar laudo médico atualizado.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×