CSPM I Confederação dos Servidores articula ações com filiados para combater pecs

A CSPM (Confederação Nacional dos Servidores Públicos Municipais) articula junto aos seus filiados ações contra as medidas arbitrárias do Governo Federal. As instituições planejam medidas (algumas já em execução) para combater as PECs 32 e 186 que, segundo presidente da CSPM, Aires Ribeiro, será um imenso retrocesso para o País caso sejam aprovadas e prejudicará os serviços públicos oferecidos à população.

A Confederação preparou materiais de combate, como carta aberta ao povo, roteiro de discursos para as lideranças utilizarem nas Câmaras Municipais de todo o País, cards, vídeos, entre outros, tudo está disponibilizado no www.cspmbrasil.com.br. A entidade também forneceu os contatos dos deputados federais e os e-mails dos senadores. A instrução é lotar a caixa de e-mail dos parlamentares para não aprovarem as pecs propostas pelo Governo Bolsonaro.

BASTIDORES DA CSPM

Dia 9 de março, por mais de duas horas, lideranças da CSPM realizaram reunião virtual. Na ocasião, os materiais preparados foram apresentados e um amplo debate ganhou força. Todos os dirigentes, sem exceção, mostraram insatisfação com as propostas e conciliaram da necessidade de ações efetivas para combater tais maldades.

CARTA ABERTA AO POVO

Em um trecho do documento, a CSPM alerta:

O Governo Federal segue sua estratégia de aproveitar que a imprensa está focada na pandemia para passar a boiada. Ou seja, oculta a verdadeira intensão de seus atos e usa de subterfúgios. Isso acontece neste momento através das PECs 186 e 32. Ambas estão camufladas pelo interesse geral na aprovação de um novo auxílio emergencial”.

CLIQUE AQUI E VEJA A CARTA NA ÍNTEGRA!

CSPM

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista formado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *