Estou com problemas no trabalho: e agora?

Certa vez, cheguei do trabalho às 23 horas. Um dia árduo de mais de 12 horas de exaustivas tarefas. Entro na garagem do prédio e tem um carro parado na minha vaga. Na hora, o nervoso foi intenso, mas procurei a calma, achei, e falei com o porteiro do prédio para saber em qual vaga poderia parar. Encontramos e guardei o meu carro.

No outro dia, logo cedo, meu celular toca e é o rapaz que havia parado na vaga errada. Nem falei bom dia, e por várias vezes ele pediu desculpas. Relatou problemas no trabalho e disse estar no “mundo da lua” – no meu prédio são três andares de garagem, o meu é o menos dois e o dele o menos três, na mesma numeração -. Disse a ele que tudo bem e desejei boa sorte.

Diante disso, parei para refletir sobre o mundo do trabalho. Temos concorrências desleais, perseguições, assédio moral, injustiças, assédio sexual, intolerância, entre outros. Porém, precisamos trabalhar, porque graças a ele levamos o sustento para a nossa família. Existem casos de pessoas doentes, com transtornos psicológicos e com crises de ódios afloradas.

Neste mesmo site (clique aqui e relembre) falamos sobre o mal causado pela “prisão do ódio”, que é como você tomar um copo de veneno achando que matará outra pessoa. Isto é, um sentimento cruel com efeitos colaterais da paralisia humana total. Mas você deve perguntar: enfrento graves problemas no trabalho sim e o que eu faço? Primeiramente é manter a calma e pensar! Essas duas alternativas frearão as suas emoções e darão muito espaço para a razão, o raciocínio necessário neste momento de tormenta.

Avalie a sua situação friamente. Converse com pessoas de confiança e peça orientações se ela estivesse na mesma situação o que faria. Mas, principalmente, não esqueça de conversar com Deus. É isso mesmo: conversar com Deus, o seu principal amigo e protetor. Seja franco com Deus. Diga o que te incomoda e o que você gostaria que fosse diferente. Junto a isso, faça o simples, a sua parte bem-feita. Chegue no horário, não falte sem motivos. Ajude os colegas e cumpra com as suas obrigações. Fique sempre em alerta!

Para a sua meditação, deixaremos Salmos 37:7 – “Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros nem com aqueles que maquinam o mal”. O Senhor é contigo e esses problemas profissionais dificílimos vão passar.

DEUS ABENÇOE GRANDEMENTE!

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista formado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *