NÚMEROS DE 25/5/2020 I Brasil tem 23.473 óbitos e 374.898 casos confirmados de Coronavírus

Ministério da Saúde divulgou ontem (às 19h25, de 25 de maio) novos números referentes à pandemia da Covid-19 (Coronavírus). São 23.473 óbitos e 374.898 casos confirmados. São Paulo lidera o ranking com 83.625 casos e 6.220 óbitos. No geral, a taxa de letalidade se mantém em 6,3%.

Nas últimas 24 horas foram 11.687 casos apurados e 807 novos óbitos. O total de pessoas recuperadas é de 153.833.

CASOS POR REGIÃO

Sudeste tem 140.250.
Nordeste, puxado pelo Ceará, com 129.996 infectados.
A região Norte ultrapassou o Sul e o Centro-Oeste e agora tem 75.922.
Sul são 16.765.
Centro-Oeste
11.965casos.

CASOS POR ESTADOS
Acre (4.501)
Alagoas (6.682)
Amapá (6.584)
Amazonas (30.282)
Bahia (14.204)
Ceará (36.185)
Distrito Federal (6.930)
Espírito Santo (10.365)
Goiás (2.512)
Maranhão (22.786)
Mato Grosso (1.500)
Mato Grosso do Sul (1.023)
Minas Gerais (6.962)
Paraná (3.331)
Paraíba (8.016)
Pará (26.077)
Pernambuco (28.366)
Piauí (3.550)
Rio Grande do Norte (4.759)
Rio Grande do Sul (6.559)
Rio de Janeiro (39.298)
Rondônia (3.268)
Roraima (2.514)
Santa Catarina (6.875)
Sergipe (5.448)
São Paulo (83.625)
Tocantins (2.696)
ASSISTÊNCIA À SAÚDE

O Brasil alcançou nesta segunda-feira (25) o total de 153.833 pessoas curadas do coronavírus. O número representa 41% do total de casos confirmados atualmente (374.898). A quantidade de pessoas curadas tem crescido a cada dia. Nas últimas 24 hORAS, 3.922 pessoas se curaram da doença. Outras 197.592 pessoas seguem em acompanhamento médico. As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde do Brasil até as 19 hORAS desta segunda.

O Governo do Brasil tem empenhado todos os esforços necessários para garantir o atendimento médico a quem precisa por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). As iniciativas para cuidar da saúde de todos têm sido adotadas em parceria com as secretarias de saúde estaduais e municipais. As ações são monitoradas e avaliadas diariamente, seguindo parâmetros e necessidades de cada estado ou município. Além de recursos financeiros, estão sendo realizados investimentos constantes na aquisição de insumos, respiradores, testes de diagnóstico, remédios e equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde, além da habilitação de leitos de UTI exclusivos para os pacientes graves ou gravíssimos do Coronavírus.

Lucas R. de Souza Pereira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×