Produtor hollywoodiano Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e agressão sexual

Segundo informações do New York Times, Harvey Weinstein foi condenado a 23 anos de reclusão que serão cumpridos em uma prisão no Estado de Nova York. O ex-produtor foi considerado culpado por estupro pelo júri, dia 24 de fevereiro. Contudo, o tempo de sua sentença foi dado na corte penal estadual de Manhattan nesta quarta (11).

Harvey Weinstein foi um dos maiores produtores de Hollywood, fundador da Miramax em 1979 e da The Weinstein Co. em 2.005. Conquistou o Oscar de Melhor Filme de 1.999 por Shakespeare Apaixonado, além de ter trabalhado em filmes como Pulp Fiction, Kill Bill 1 e 2, Gênio Indomável, Gangues de Nova York e a trilogia de O Senhor dos Anéis.

Weinstein foi demitido da The Weinstein Co. Além disso, terá seu nome retirado de todos os filmes e séries da produtora. Ainda será completamente desvinculado de parcerias com a Disney, Academia de Artes, Ciências Cinematográficas dos EUA e a Academia Britânica de Cinema e Televisão (BAFTA).

O assunto teve grande repercussão na mídia americana e vinha se desenrolando desde 2017. Isso quando o próprio Times fez uma reportagem sobre algumas denúncias contra o produtor. Logo depois, mais mulheres se pronunciaram, até que o caso foi levado à Justiça. Entre as atrizes que denunciaram Weinstein estão Gwyneth Paltrow (Homem de Ferro), Angelina Jolie (Malévola), Léa Seydoux (Azul é a Cor Mais Quente), Uma Thurman (Kill Bill), entre outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.