SAÚDE É PRIORIDADE I Tuberculose tem cura se o tratamento for feito até o fim

Cerca de 90 mil pessoas adoeceram por tuberculose em 2020, só no Brasil. Em todo o mundo, a doença afeta aproximadamente 10 milhões de pessoas todos os anos. Mas a tuberculose tem cura? Tem sim. Porém, o tratamento deve ser feito rigorosamente até o final.

TUBERCULOSE – O QUE É?

A tuberculose é uma doença infecciosa que se inicia, habitualmente, pela inalação da bactéria Mycobaterium tuberculosis pelos pulmões e é transmitida pela tosse de gotículas expelidas por uma pessoa doente. A tuberculose pulmonar é uma doença mundial e o Brasil ainda é um dos países que têm mais casos, apesar da longa história de combate a ela.

CAUSAS

Na maior parte das pessoas que são infectadas, a doença não se manifesta por conta de defesa do organismo. Fatores como debilidade causada por outras doenças, tabagismo acentuado, desnutrição, condições sócioeconômicas e de higiene favorecem a instalação da pneumonia por tuberculose. Adultos, jovens ou pessoas com os fatores de risco citados são os mais acometidos.

SINTOMAS

Sintomas mais característicos são tosse crônica, às vezes com raias de sangue, febre vespertina (no final do dia) e emagrecimento, que persistem por meses se não houver diagnóstico. Do pulmão a bactéria pode migrar, se não tratada, para outros locais do corpo causando outras lesões.

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

O diagnóstico é feito por exames, classicamente com a pesquisa da bactéria presente no escarro do paciente, a realização da radiografia de tórax, entre outras técnicas de biologia molecular, que identificam a presença do DNA do bacilo no material. Entre eles, o teste tuberculínico ou PPD, um teste cutâneo que pode mostrar a reação do bacilo na pele. O tratamento é feito com antibióticos associados durante meses, dependendo das lesões e da condição física do paciente. O não tratamento, ou a interrupção do tratamento, pode levar a disseminação pelo organismo e a destruição dos pulmões acometidos.

Fontes: Fundação ProAr e Ministério da Saúde

ASSISTA AO VÍDEO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

 

LEIA TAMBÉM

Auxílio Emergencial | Delegado Cunha alerta sobre perigo dos aplicativos falsos

O delegado Carlos Alberto da Cunha gravou vídeo a fim de alertar o perigo dos golpes relacionados a solicitação e o saque do Auxílio Emergencial por aplicativos falsos. A Caixa Econômica Federal inicia nesta quinta (18) a atualização de dados cadastrais no aplicativo, porém muitos Apps simulam ser da Caixa Econômica Federal e estão disponíveis para serem baixados por qualquer pessoa… leia na íntegra.

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista formado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *