fbpx

Sérgio Moro aceita convite para o Ministério da Justiça e promete agenda anticorrupção

Sérgio Moro será o ministro da Justiça do governo Jair Messias Bolsonaro. O juiz aceitou o convite nesta quinta (1º) e, em nota, promete estabelecer uma agenda anticorrupção. Responsável pela Lava Jato em Curitiba, Moro foi sondado para compor o ministério de Bolsonaro ainda durante a campanha.

Leia na íntegra a nota enviada pelo novo ministro da Justiça, Sérgio Moro:

“Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava Jato seguira em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes.”

JAIR BOLSONARO PELO TWITTER

Em mensagem no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro disse que “a agenda anticorrupção, anti-crime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis, será o nosso norte!”. De acordo com o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, a primeira abordagem ao Moro aconteceu há algumas semanas.

“Isso já faz tempo, durante a campanha foi feito um contato”, afirmou, em conversa nesta quinta (31), no Rio de Janeiro. Segundo o general, o futuro ministro da economia, Paulo Guedes, foi responsável por contatar o juiz.

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - Ama sua família. Vovô de três netos lindos. Acredita em Jesus Cristo. Pratica e indica Jiu-Jitsu. Amante da Justiça e direitos sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *