Governador João Doria é ameaçado e registra Boletim de Ocorrência no Morumbi

Após receber ameaças, o governador de São Paulo, João Doria, registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na madrugada desta sexta (27).

VEJA O QUE FOI REGISTRADO

“O Governador do Estado de São Paulo acionou a Polícia Civil em razão de fatos ocorridos na data de hoje e consistentes em ameaças e injúrias. As ameaças foram dirigidas ao telefone celular do governador e davam conta, em tom ameaçador, de atos a serem realizados em frente sua residência pessoal, sendo que em tais mensagens era indicado o local da mesma. Os fatos ofensivos a honra do governador, xingamentos de baixo calão, foram dirigidos também ao telefone celular acima mencionado.”

Aponta o BO do 34º Distrito Policial (Morumbi), responsável pela área em que está localizado o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Segundo a Polícia Militar houve um reforço na segurança na residência particular de Doria, em um bairro nobre da Capital paulista.

QUANDO SURGIRAM AS AMEAÇAS

Após uma reunião entre governadores do Sudeste e o presidente Jair Bolsonaro, por meio videoconferência, o clima foi pesado após Doria repudiar seu pronunciamento feito um dia anterior, na terça (24), quando o presidente chamou a Covid-19 de “gripezinha” e “resfriadinho”. Como resposta, o tucano ouviu que ele estava antecipando as eleições de 2020. Depois desse embate, as ameaças começaram a ocorrer.

Pela manhã, a hashtag #ImpeachmentDoDoria era uma das mais mencionadas no Twitter, com fotos de faixas colocadas em ruas de São Paulo com críticas ao governador.

Daniel Lucas Oliveira

Jornalista formado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×